Blogue

Quero ouvir

11-09-2021 01:32
Quero ouvir o segredo do mundo numa noite estrelada neste planeta com céu onde me perco por ser tão ínfimo que os caminhos acabam bruscamente já tive a ilusão de que fazia o percurso num único salto e que no final estavam os sábios para me aplaudirem mas o termo de um pequeno troço é sempre o...

Oferece-me aos pobres

11-09-2021 01:31
Se algum dia  estiver a percorrer-te com o meu corpo  no cúmulo dos fervores  no auge dos espasmos e da incandescência tentando encontrar na vastidão da tua entrega e no meu desejo eruptivo vulcânico a sagrada olaria da vida sim se algum dia estiver nessa incidência e me...

Homem ao contrário

11-09-2021 01:29
Foi uma vez um homem que nasceu ao contrário os pés apontados na direção do céu  “de pernas para o ar” costumavam dizer-lhe a cabeça movia-se deslizando na terra os cabelos mexiam como pés ambulacrários e faziam-no avançar com o impulso que vinha das profundezas um fluido terroso cheio de...

Máscara

11-09-2021 01:28
A máscara é um predador com focinho de mamífero e crânio de nave espacial. Dizem que é a verdadeira mãe dos homens, que estes não existiam antes de a colocarem sobre o rosto e de se esconderem deles próprios e dos outros. Um deles encontrou-a certo dia entre os fumos de uma gruta, ainda imaterial...

O cromossoma da angústia

11-09-2021 01:27
Quero viver sem ter de pensar no que a vida é ou no que tem de ser sentir apenas o corpo e ser janela invadida por estímulos ingénuos que simplesmente aparecem qual viajante sem destino e sem memória que apenas se apresenta sorridente desprovido de tudo o que é pertença despojado de tudo o que é...

O silêncio que ensurdece

11-09-2021 01:24
Eis-me um vulto sem cabeça, vou sem rumo pela noite no silêncio que ensurdece, as sombras espreitam atentas a minha indefinição, envolto numa luz fraca que me tira a densidade, montado num precipício que se mostra horizontal, sem rumo na direção das coisas que ainda não sei, daquilo que vou sentir,...

O homem relutante

11-09-2021 01:22
Era uma vez um homem sempre relutante em ver para cá do horizonte, pois tudo o que era perto era tão longe e tudo o que era longe era tão perto que ao ver o que não via é que sentia e ao ver tudo o que via definhava, como um moribundo imune à morte. Sempre tivera a mesma relutância, desde as águas...

Pescador

11-09-2021 01:20
Todos os dias espero a morte, desde que me levanto até que me deito e desde que me deito até que me levanto. Virá num barco azul, sulcando as águas negras de um rio estático que corre para a nascente. É um esperar que não é perturbado por coisa nenhuma, nem pela loucura dos dias nem pelo descanso...

murmúrios

11-09-2021 01:19
Era uma vez um homem que pescava murmúrios sentado numa escarpa junto ao mar. Não precisava de qualquer isco, pois tinha um anzol especial, lançava a linha à água e deixava-a ficar, longas horas, escutando atentamente os sons que ela transmitia. E quando terminava dizia às pessoas: — Levo os meus...

A gravidez das palavras

11-09-2021 01:15
As palavras vieram de longe, dos limites do tempo e dos confins siderais, percorreram o caminho das estrelas numa nave platónica, mais ligeira do que a luz, mais prolífera que a matéria, chegaram num dia de tempestade, o vento corria raivosamente, entrou no veículo essencial e expulsou as palavras,...
<< 1 | 2 | 3 >>